Li e Recomendo: Fuga de Rigel

Olá caros amigos leitores, então, o post de hoje é uma recomendação de livro que li faz algum tempo, mas que negligenciei por não ter escrito nenhum comentário sobre ele aqui anteriormente, assim, mais uma vez, para compensar uma falha apresento a seguir a resenha de Fuga de Rigel, que, aliás, é um livro  nacional recomendadíssimo e que serve perfeitamente bem para "quebrar" aquele paradigma que só o que vem de fora é bom.
Ps: Bom, como texto crítico, apresento pontos positivos e negativos que, de modo algum, devem influenciar na hora da leitura, até mesmo porque cada um tem um ponto de vista diferenciado sobre um mesmo assunto que, neste caso, seria sobre o mesmo livro 

Clique AQUI para conhecer o web site de Fuga de Rigel


Os poderes da mente nunca foram tão interessantes


Em a Fuga de Rigel (Diogo de Souza, Isis - 286 páginas), o leitor pode acompanhar a trajetória de um garoto que foge da fundação (Cosmos) em que fora criado desde que se entende por gente e tudo por ter descoberto que, na realidade, havia sido sequestrado quando ainda era muito pequeno para se lembrar do incidente. Assim, o jovem Rigel (Alan) parte em busca do paradeiro de seu pai (Lúcio), um policial aposentado, e também em busca da própria identidade.
Até o instante da fuga do jovem garoto a história pode parecer como muitas outras do gênero, mas o grande diferencial de a Fuga de Rigel em relação às demais histórias é que o fugitivo em questão é nada mais nada menos do que um habilidoso paranormal, o que confere a trama dinamismo e ação bem descritas pelo autor.
Entretanto, o leitor pode encontrar ao longo da narrativa algumas pequenas falhas, como, por exemplo, o desfecho de alguns personagens, como o que acontece com Lesath, marido de Astérope, cujo desfecho não convence muito e também o que acontece com Amanda, namorada de Lúcio, que apesar de ser uma personagem secundária poderia ter tido um papel mais significante dentro da trama, sem contar os outros paranormais que aparecem no livro e, tecnicamente, deveriam ser bem mais espertos do que Rigel, uma vez que são mais velhos e possuem mais conhecimento do domínio dos poderes paranormais, mas este detalhe pode ser relevado uma vez que Rigel ou Alan é o “todo poderoso” da história.
No mais, a Fuga de Rigel é um livro interessante que no faz refletir acerca da aceitação do diferente (afinal de contas, os paranormais vivem isolados dos chamados “mundanos” que seriam pessoas comuns ou, para quem preferir, “meros mortais”); da tentativa de alimentar a superioridade de certo grupo de indivíduos em relação a outros (algo semelhante aconteceu na era nazista, afinal, não foi Hitler que achou que os alemães eram superiores a qualquer outro ser humano?_ Ainda bem que a moda não pegou); do valor da amizade; do valor da família,principalmente da relação entre pai e filho e, também, da necessidade de fazermos nossas próprias escolhas, afinal, Rigel fugiu porque não lhe perguntaram quem ele gostaria de se tornar em relação a ser apenas um garoto normal (Alan) ou um grande paranormal (Rigel). 
Desse modo, ler a obra em questão, além de ser um meio de se entreter e sentir um pouco de despeito pelo fato de sermos somente mortais e a maior parte dos personagens do livro serem paranormais dos mais variados, também pode nos fazer refletir sobre as questões levantadas anteriormente, afinal, a literatura, antes de tudo, deve nos levar a alguma reflexão e deve nos instigar de algum modo e é exatamente por isso que Fuga de Rigel é uma boa pedida. 

Comentários

  1. Parabéns pela resenha Lucy! Já li Fuga de Rigel e curti bastante. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Nessa, esse livro realmente é bem legal e merece destaque !!!

    ResponderExcluir
  3. Lucy, eu já vi muita gente falando bem desse livro e estou muito curiosa pra ler. Resta saber quando terei oportunidade... rsrs

    Super beijo pra vc e uma ótima páscoa pra vc e toda a sua família!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Sanzinha, Feliz Páscoa para você e toda a sua família também. Quanto ao livro Fuga de Rigel, realmente recomendo sua leitura. Dá uma visitada no web site, o link está bem abaixo da foto do livro no meu blog. Acho que você gostaria mesmo do livro.

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?
    Vim aqui para falar que estão rolando no blog duas promoções imperdíveis!
    - Promoção Páscoa Literária entre blogs: http://migre.me/4jfmL
    - Promoção Marcadores autografados de "Perdida": http://migre.me/4jfk8
    Confira e PARTICIPE!
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland - http://booksinwonderland.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela resenha, este livro deve ser muito bom.

    lireliegostei.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Meta de leitura 2016

Uma lição sobre o suicídio

Expressões idiomáticas ao pé da letra